Alegoria do Presente
Finito

Ninguém sabe o que procura, ninguém sabe o que realmente é. Mas a gente sempre tem certeza do que os outros querem que nos tornemos. Pensei que meu segundo post  adotaria um caráter mais serio e útil, mas estava enganado. Talvez um dia escreva algo sobre as manifestações que se espalharam por todo o oriente depois da bem sucedida revolução egípcia, ou das brigas politicas que acontecem dentro do nosso pais, assim como o aumento do salário mínimo que sem superar expectativas não vai deixar de ser insuficiente para uma vida digna. Ser feliz é o que todo mundo procura e a alienação é a porta mais enfeitada que leva a esse caminho. Mas eu decidi não me alienar, e assim escolhi sofrer  como tantos outros.  Poderia discutir uma infinidade de fatos que fizeram do meu dia um pouco mais insignificante que os anteriores, mas se o fizesse contribuiria para que esse texto envolvesse outras pessoas, e essa não é a minha intenção no momento. Enfim, o término das férias avança e como uma janela reluzente ele pode representar a saída que eu posso estar procurando, abandonar o vazio que eu sei, me ocupa por inteiro.

Mais um post em que escrevo pouco, mas não digo nada =/.

TUMBLR é tudo de bom amiguinho, continue postando!

Beijão Fee, saudades (:

Ahhh heuehuehe, vou postar sim, sempre q possivel hahaha mas me sinto mais inspirado qndo to triste haha

Reflexão…

   Muito bem, pela segunda vez tento fazer esse post inicial e diferente do que escrevia na primeira vez vou adotar uma visão menos explicativa, dando apenas alguns esclarecimentos sobre os motivos que me inspiram a manter essa página da internet. Não procuro fornecer nenhuma mensagem útil a qualquer alma perdida que por aqui passe, e resolva ler o que estou escrevendo. Criei esse tumblr pois como muitos  companheiros sinto a necessidade de me expressar e a ideia de manter um pequeno caderninho de bolso não me atrai nem um pouco, já que não espero ser enquadrado na mesma categoria de grandes nomes do passado.  
   Portanto devo dizer que aqui poderei escrever opiniões pessoais, manifestar fatos gerais ou mesmo exclamações levianas que excluem sobre qualquer aspecto a razão. Sendo assim fornecer informações sobre o presente, ou mais especificamente o meu presente é a real intenção dessas e de todas as palavras que daqui para frente irei publicar. Aos que por aqui passarem fiquem a vontade para manifestar suas opiniões, assim como eu mesmo estou fazendo nesse exato momento. Não sei se é assim que se usa esse tal de tumblr, mas pouco me importa… A partir de agora ele, quero dizer, essa página servira somente como um pano branco pelo qual espero projetar os meus instintos.